Fanzine Brasil

quarta-feira, 5 de junho de 2019

SEIS BANDAS ALEMÃS QUE VOCÊ PRECISA CONHECER:

Por: Juliana Vannucchi

A Alemanha, assim como muitos outros países do continente europeu, respira arte em cada esquina. Foi por entre as frias terras germânicas que surgiram alguns dos maiores representantes da literatura, do cinema e da pintura. E foi também nesse mesmo país que nasceram alguns dos mais brilhantes compositores de música clássica, cujo legado é imensamente valioso. E falando nisso, a Alemanha também se destacou com inúmeros músicos e bandas gloriosos de vertentes do Rock And Roll. Abaixo, vou compartilhar com os leitores alguns daqueles que mais aprecio. Vamos lá?

Kraftwerk:

Eu não poderia começar uma lista de bandas alemãs de maneira diferente. Acredito que seja justo dar a largada com um dos maiores nomes da história da música, o Kraftwerk. Existem inúmeros aspectos da carreira dessa banda que poderiam ser destrinchados e examinados. Contudo, o foco desse texto é tecer comentários breves. Assim sendo, vou destacar duas características que explicam a importância dessa banda: a primeira é o fato de que foram pioneiros mundiais da música eletrônica. A segunda, é a genialidade do profundo e reflexivo conteúdo de suas letras que, em suma, abordam temas como a tecnologia e o futurismo, fazendo incríveis analogias sobre a relação entre homem e máquina. O instrumental também é fascinante, sendo caracterizado por uma engenhosidade única. Em minha opinião, é a banda alemã mais original de todos os tempos.

Kraftwerk: Uma das bandas mais geniais e inovadoras que o mundo já conheceu.
 Estampie:

O Estampie, pra mim, é uma das mais elegantes bandas alemãs. É daquelas que não podem faltar em nenhuma das minhas playlists! Infelizmente (e injustamente), não são muito populares mundialmente, embora tenham reconhecimento por parte da crítica “especializada”.

Essa banda, em suma, produz músicas medievais e, ao meu ver, é a melhor do gênero – ou, no mínimo, uma das melhores representantes. Suas canções são penetrantes e atuam como verdadeiras pontes para um tempo passado que até hoje intriga a humanidade. Assim, escutar seus álbuns é voltar no tempo e, ainda que de maneira sutil e fantasiosa, vivenciar o período medieval penetrando nele, tanto em seus aspectos sombrios, quanto em suas faces luminosas.

Eloy:

O Eloy é um dos maiores e mais esplêndidos ícones do Rock Progressivo – muito embora as classificações do gênero musical nesse caso sejam meio controversas, pra mim, podemos classificá-los como uma banda de Progressivo – e suas composições são repletas de detalhes e caprichos técnicos cuja aplicação faz com o resultado final possua sempre uma atmosfera profunda e psicodélica.

Deixo aqui uma menção honrosa aos fabulosos acordes de guitarra trocados por Bornemann, que asseguram parte dos mais sofisticados trabalhos artísticos da história da banda. A discografia do Eloy é bem ampla, mas tenho algumas recomendações específicas para quem pretende explora-los: Dawn, Power And The Passion, Time To Turn e Colours. Cada um desses excelentes álbuns convida o ouvinte para uma diferente viagem alucinante!

Eloy: uma das bandas mais inventivas da Alemanha.

Amon Düul II:

O Amon Düul II é um dos mais notáveis e excepcionais representantes do Krautrock. Trata-se de uma banda ousada, potente e criativa, cujos álbuns são impressionantemente cativantes. A sonoridade do Amon Düul II sempre foi traçada por ondas de requintados experimentalismos que se tornaram uma assinatura da banda. O trabalho que mais conheço e que mais admiro é o extraordinário Wolf City, que acredito ser capaz de encantar qualquer ouvinte!Outro álbum que me agrada e que foi o primeiro com o qual tive contato, é o Yeti.

Neu!:

Um mito luxuoso do Krautrock! Sem dúvida alguma, uma das mais extraordinárias bandas alemãs dos últimos tempos. Suas inovações estéticas o levaram a destacar-se por um brilhantismo único! Sugiro aos interessados, que desfrutem o álbum Neu! na íntegra. Garanto que será uma experiência surreal!

Scorpions:

O Scorpions possui em seu currículo algumas das mais aclamadas baladas do Rock And Roll, tal como “Send Me An Angel”, “Wind Of Change” e “Still Loving You”.

Ao longo de sua trajetória, a banda sempre contou com músicos qualificados que garantiram excelentes resultados musicais e não posso deixar de citar o inconfundível e intenso timbre da voz do vocalista Klaus Meine, que é um dos principais marcos da banda. O Scorpions produz aquele tipo de Rock que todo mundo gosta de escutar e que sempre é muito bem-vindo!
Scorpions em ação. A banda de Hanôver é um dos maiores nomes do Hard Rock.
*Texto adaptado de: http://www.audiograma.com.br/2018/09/8-artistas-alemaes-que-todo-mundo-deveria-ouvir-agora-mesmo/

0 comentários:

Postar um comentário

TwitterFacebookRSS FeedEmail